Home » São Carlos e Região » AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO CARLOS VAI RECEBER R$ 2 MILHÕES DO GOVERNO FEDERAL PARA INVESTIMENTO

AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO CARLOS VAI RECEBER R$ 2 MILHÕES DO GOVERNO FEDERAL PARA INVESTIMENTO

O prefeito Airton Garcia, acompanhado do procurador da Prefeitura, advogado Valdemar Zanette, assinou nesta terça-feira (19), em Brasília, no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o Termo de Compromisso para a realização de investimentos no Aeroporto Mário Pereira Lopes, internacionalizado no último dia 6 de dezembro quando foi publicada no Diário Oficial da União, pela Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária, a Portaria n.º 3998, que designou como internacional o Aeroporto de São Carlos, por tempo indeterminado.

A internacionalização possibilitará que os pousos de aeronaves com procedência internacional sejam realizados diretamente no Aeroporto de São Carlos, sem a necessidade de pousar e decolar em outro aeroporto internacional para depois fazer o traslado para São Carlos. Com a decisão, há permissão para aeronaves do Brasil e do exterior realizarem manutenção e reparos em São Carlos antes e depois de voos.

O Termo de Compromisso nº 009/2017, foi assinado pelo prefeito Airton Garcia, pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella e pelo superintendente do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), Fábio Calloni. No total o Governo Federal assinou termo de compromisso para investir cerca de R$ 212,4 milhões em reformas, ampliação e melhorias em 11 aeroportos regionais localizados em sete Estados do país. São Carlos vai receber R$ 2 milhões, sendo R$ 1,8 milhão do Ministério dos Transportes e R$ 200 mil do DAESP que devem ser utilizados para alargamento de pista e sinalização, além de outras benfeitorias necessárias.

O deputado federal Lobbe Neto, que também acompanhou a assinatura no Ministério dos Transportes destacou o início de um grande projeto. “Uma novidade muito importante e boa para São Carlos, que é o investimento no recém-internacionalizado Aeroporto Mário Pereira Lopes. Trabalhamos desde a desapropriação do aeroporto, que pertencia a Companhia Brasileira de Tratores (CBT) e passou a ser estadual, depois com a vinda da TAM, agora LATAM, enfim, tudo isso faz parte de um trabalho iniciado há muito tempo, com muitas autoridades e forças políticas colaborando”, comemorou.

Valdemar Zanette, procurador da Prefeitura e que acompanhou pelo município todo o processo jurídico de internacionalização do aeroporto, destacou que dos 10 aeroportos brasileiros que foram beneficiados com o termo de cooperação de verbas, no estado de São Paulo, apenas São Carlos foi beneficiado. “Em São Paulo, apenas o Aeroporto Mário Pereira Lopes, que é agora internacional, está recebendo essa verba do Governo Federal. São Carlos, mais uma vez, está de parabéns. Mais uma conquista depois da internacionalização do aeroporto”, comentou.

Airton Garcia ressaltou a importância do ato em Brasília. “Essa internacionalização é o primeiro pontapé para a gente conseguir outros degraus. Hoje mesmo já conseguimos recursos para fazer melhorias no aeroporto. Agora vamos trabalhar para que futuramente possamos ter em São Carlos um terminal de cargas”, finalizou o prefeito lembrando que a conquista é importante para toda a região central do estado de São Paulo.

Centro de Manutenção – De acordo com a LATAM a empresa deve absorver mais 14% do total de aeronaves que hoje fazem manutenção em centros de outros países. Hoje a empresa possui 306 aeronaves, sendo que 50% faz a manutenção em São Carlos, 30% no centro do Chile e 20% em centros de outros países. Com a internacionalização a competitividade deve aumentar em 14% o recebimento de aviões para manutenção, o que representa mais R$ 63 milhões por ano no país. A LATAM também já anunciou que irá fazer novas contratações, aumentando o quadro de mão de obra direta.

Somente para a recuperação do prédio para acomodar os órgãos públicos já foram investidos pela empresa mais de R$ 1 milhão. Em fevereiro de 2018 São Carlos deve receber a primeira aeronave vinda diretamente de outro país para o Centro de Manutenção.



Deixe seu Comentário