Home » São Carlos e Região » CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE IMUNIZA 43 MIL PESSOAS EM SÃO CARLOS

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE IMUNIZA 43 MIL PESSOAS EM SÃO CARLOS

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que começou no dia 10 abril e termina no próximo dia 31 de maio em todo país, imunizou até o momento 43.249 pessoas em São Carlos, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 54,05% do público alvo.

Em crianças de 6 meses a menores de 6 anos foram aplicadas 7.706 doses (cobertura 50,35%); 1.102 doses em gestantes (cobertura 46,87%); 283 doses em puérperas (cobertura 73,13%); 5.367 doses em trabalhadores da saúde (cobertura 68,51%); 1.509 doses em professores (45,58%) e 19.038 doses em idosos (cobertura 65,06%). Também receberam a imunização 11 indígenas, 80 funcionários do sistema prisional, 188 policiais, 93 pessoas privadas de liberdade e 7.872 pessoas com comorbidades.

A meta é vacinar 90% de uma população de 58 mil pessoas. “A partir desta terça-feira, dia 21 de maio, as pessoas tem nove dias úteis para procurar as unidades de saúde, já que a campanha segue até o próximo dia 31. A cobertura está baixa, principalmente das crianças, é preciso que os pais se conscientizem que a vacina é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos”, ressalta Kátia Spiller, supervisora da Vigilância Epidemiológica de São Carlos.

Grupos Prioritários– fazem parte dos grupos prioritários crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), idosos (60 anos ou mais), trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, doentes crônicos, indígena, pessoas privadas de liberdade, o que inclui adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

Em 2018 a cobertura fechou em 81,31% no município. O grupo das crianças (54,87%) e o das gestantes (55,17%) foram os que apresentaram as coberturas mais baixas. Já o grupo dos idosos (90,13%) e das puérperas (96,11%) foram os com coberturas mais altas, sendo aplicadas 26.374 em idosos, 6.924 em crianças, 6.372 em trabalhadores da saúde, 1.296 em gestantes e 371 doses em puérperas, entre outros grupos.

Ano passado São Carlos registrou 52 casos suspeitos de síndrome respiratória aguda grave, com 7 casos confirmados (positivos) para influenza e 3 óbitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*