Home » São Carlos e Região » CANIL MUNICIPAL COMEÇA A MARCAR ELETRONICAMENTE OS CACHORROS RESGATADOS

CANIL MUNICIPAL COMEÇA A MARCAR ELETRONICAMENTE OS CACHORROS RESGATADOS

A marcação eletrônica de animais, baseada principalmente na identificação individual por implantação de microchips sob a pele, é uma das formas mais eficientes de controle e monitoramento de grandes planteis. Foi com esse objetivo que o Departamento de Defesa e Controle Animal passou a marcar todos os cães que são diariamente resgatados e passam pelo hospital veterinário da própria Divisão de Vigilância e Proteção Animal e que permanecem no Canil e Gatil municipal de São Carlos até a adoção.

O microchip é um micro-circuito eletrônico, de tamanho aproximado a um grão de arroz, sendo assim possível implantá-lo sob a pele. O microchip contém um código exclusivo e inalterável que transmite informações específicas. “A implantação é realizada com uma seringa especial, parecida com aquela utilizada para aplicar vacinas. Não é feito nenhum tipo de anestesia para injetar o microchip, é como se fosse uma injeção comum”, garantem os veterinários Douglas Jazedje e Andrea Relva Izzo que realizam a implantação.

O microchip para cães e gatos não possui nenhum tipo de bateria e fica inerte o tempo todo enquanto não for ativado. Ele só emite energia ao ser lido pela leitora, para a qual mostrará os dados que ele contém. Como o microchip fica dentro de uma cápsula de biovidro cirúrgico (mesmo material utilizado em marca-passos), a durabilidade deste dispositivo será o tempo que a cápsula leva para se decompor, que é de aproximadamente 100 anos.

A marcação eletrônica que passou a ser implantada desde início de novembro no Canil e Gatil Municipal de São Carlos proporcionará uma melhor organização dos trabalhos técnicos já realizados, como controle de doenças, redução de natalidade e a distribuição espacial dentro do próprio canil, que abriga mais de 130 cães a espera de adoção.

Se houver necessidade, a fiscalização que trabalha para o Departamento de Defesa e Controle Animal, poderá “ler” a marcação eletrônica do animal doado e se certificar de forma precisa sobre os dados dele. Esta “leitura” poderá ser feita em campo, no local onde o animal for encontrado.

“Todos os meses cerca de 30 cães resgatados e recuperados pela Divisão de Proteção Animal são adotados por pessoas que visitam as instalações do Canil e Gatil Municipal, e desde o início deste mês estes animais já estão saindo com a identificação eletrônica, o que garante um maior controle sobre os animais doados e o acompanhamento dos compromissos de posse responsável”, explica Fernando Magnani, diretor do Departamento de Defesa e Controle Animal as Secretaria de Serviços Públicos.

O Canil/Gatil funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h30 para atendimentos clínicos por ordem de chegada e é necessária a apresentação de documento com foto e comprovante de endereço. O Canil também oferece, gratuitamente, a vacina contra a raiva animal. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3374-3239.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*