Home » São Carlos e Região » SIMPÓSIO DISCUTE PLANO DE MOBILIDADE URBANA

SIMPÓSIO DISCUTE PLANO DE MOBILIDADE URBANA

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Transporte e Trânsito, realizou na manhã da última sexta-feira (18), um evento sobre Mobilidade Urbana. Foram apresentados dados de acidentes e ações para que o trânsito se torne mais seguro e também um simpósio sobre a criação do Conselho de Mobilidade.

Um dos problemas para o aumento no número de acidentes é o aumento da frota. Em 2005, eram 41 veículos por 100 habitantes, em 2017, os números chegaram a 71, crescimento de 72%. Embora, em 2017, o número de acidentes tenha caído, em 2016, 2.517 acidentes, em 2017, 2.208 acidentes, o número de mortes chama atenção. Em 2016, foram 25 mortes. Em 2017, 29 pessoas morreram na cidade, vítimas de acidentes de trânsitos. Em 2018, 5 pessoas morreram nos 3 primeiros meses do ano.

Transitar pelas ruas da cidade também ficou complicado com o aumento no número de veículos. Para melhorar a mobilidade, reduzir congestionamentos e os índices de acidentes, a Secretaria de Transporte e Trânsito está investindo em engenharia, fiscalização e educação. “Estamos desenvolvendo vários projetos para melhorar o trânsito em São Carlos. Vamos trabalhar na região da Praça Itália, da Escola Jesuíno de Arruda, avenida José Pereira Lopes com Henrique Gregori, no Mercado Municipal e no Calçadão. Todas essas intervenções estão sendo planejadas, já está em andamento a implantação de mão única em algumas ruas, semaforização de vários cruzamentos”, afirmou o secretário de Transporte e Trânsito, Coca Ferraz.

Para a professora da UFSCar e engenheira civil, Tais Guerreiro, São Calos precisa avançar na mobilidade. “São Carlos enfrenta hoje, vários problemas. A licitação do transporte tem que ser realizada de uma vez, é preciso melhorar a infraestrutura cicloviaria e urbana, desenvolver ações pontuais, rápidas de serem feitas, ações tanto no nível micro, como no nível macro precisam ser executadas”, afirmou a docente.

Criação do Conselho de Mobilidade– A proposta para a criação do Conselho de Mobilidade está em andamento. É um espaço que propicia a participação e o controle social da ação da mobilidade nas cidades. Entre as suas funções estão: opinar, acompanhar e participar da elaboração das políticas públicas de trânsito e transportes, encaminhando sugestões e apresentando as demandas sociais nessa área.

“A criação do Conselho está prevista no Plano de Mobilidade, que é uma obrigação para municípios com mais de 20 mil habitantes. São Carlos nos últimos anos explodiu a frota de veículos e ficou difícil andar em algumas regiões. Então é preciso melhorar os deslocamentos de todo mundo. É preciso ter politicas públicas baseadas no plano de mobilidade. A cidade precisa trabalhar seu plano com pesquisas que apontam a realidade do município”, contou a professora da UFSCar e engenheira civil, Tais Guerreiro.

O Movimento Transporte Justo também participou do Simpósio. “A criação do Plano é sinal que a mobilidade é uma questão para a cidade e só a partir dele efetivamente será possível pensar políticas mais integradas e de forma articulada. Se a gente não tem uma política de mobilidade, as pessoas não tem acesso ao trabalho, escola, cultura, por exemplo. E é preciso que a sociedade participe ativamente dessa criação. Para que a gente possa ter uma política que efetivamente garanta uma cidade melhor para as pessoas”, afirmou Paulo Tauir, integrante do Movimento do Transporte Justo.

O próximo passo para a criação do Conselho de Mobilidade é reunir os interessados e dar início as discussões para a elaboração do projeto de lei.

Participaram do evento secretários e diretores de várias pastas, vereadores, lideranças empresariais, representantes da Polícia Militar e comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*