Polícia Científica de SP auxiliará na identificação de vítimas em Brumadinho

A Polícia Técnico-Cientifica de São Paulo irá enviar sete policiais para auxiliar o Governo de Minas nos trabalhos de identificação das vítimas em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte. A novidade foi anunciada durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, zona oeste da Capital.

Do total, serão dois médicos legistas e dois atendentes de necrotério e três auxiliares de necropsia, chefiados pelo médico legista Antônio Carlos Milagres. A equipe sairá de São Paulo na manhã desta sexta-feria, 01. Atendendo a uma solicitação da Polícia Federal, a SPTC já enviou para Brumadinho 400 kits para a identificação de DNA.
O superintendente da Polícia Técnico Científica, Maurício Rodrigues Costa, destaca que o envio da equipe é de importância humanitária. “Essa integração nacional representa a troca de experiência e conhecimento entre os órgãos de segurança para auxiliar neste momento”.


Mais 54 policiais militares

Na terça-feira, 29, a Polícia Militar enviou 54 profissionais para auxiliar nas buscas por vítimas na região. O grupo partiu da Escola Superior de Sargentos, na capital paulista. 
Do total de 54 homens, 44 são do Corpo de Bombeiros e 10 são tripulantes do Comando de Aviação da PM que operarão dois helicópteros Águia. Além dos profissionais, a tropa paulista segue com dois cães farejadores, 12 viaturas, drones, um caminhão com material operacional e todo equipamento necessário para os trabalhos na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.